Politica de cookies

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Gato espião



Não foi mais que uma brincadeira o que levou o investigador de segurança na rede, Gene Bransfiel, a equipar o seu gato, Coco, com um aparelho que regista os locais por onde o gato passeia e passa por redes de Wi-Fi que não estão protegidas e que podem com facilidade ser violadas pelos «Hackers».

Gene, que vive nos arredores de Washington, descobriu para seu grande espanto que ainda são usados muitos aparelhos com sistemas que já há 10 anos eram extremamente inseguros e, o que o surpreendeu mais ainda, foi o número gigantesco de redes vulneráveis que o seu gato encontrou nos seus pequenos passeios diários.

Este pequeno exemplo mostra como as nossas vidas podem ser espiadas e os nossos dados usados de forma fraudulenta pelos «Hackers», que podem percorrer cidades e países com meios muito superiores aos do gato Coco que, como faz qualquer gato, vagueia sorrateiramente pelas ruas e quintais em redor da casa do seu dono, mas descobre facilmente as nossas fragilidades tecnológicas.

Este pequeno gato espião pode servir para alertar todos os utilizadores de redes wi-fi para a necessidade de as manter seguras e que até um pequeno ser ronronante pode ser o seu maior inimigo, desde que alguém mal intencionado o use para tal.

2014
 

Sem comentários:

Enviar um comentário