Politica de cookies

domingo, 29 de junho de 2014

Vacinação


 
 

 

A vacinação é um ato que requer um exame prévio dos animais. Por isso, a aplicação de vacinas deve ser sempre realizada por um médico veterinário. Só ele pode estabelecer o programa mais adequado de vacinação do seu gato.

É muito importante que os gatos sejam vacinados contra as principais doenças que, depois de contraídas, não têm cura e causam elevada mortalidade nas populações de gatos. Essas doenças, que a seguir se descrevem de modo muito reduzido, não escolhem raça, origem, tamanho, alimentação ou idade e, por outro lado, as vias de contágio são muito variadas, como o contacto com outros animais, o ar, etc.

Dispomos, hoje, de vacinas com um elevado grau de eficácia e, se um esquema correto de vacinação for respeitado, é possível prevenir a morte de muitos animais.

Eis, sucintamente, as doenças contagiosas que mais afetam os gatos:

- A Herpesvirose Respiratória e a Rinotraqueíte Infecciosa, que provocam corrimento nasal, espirros, tosse e inapetência, seguindo-se uma pneumonia, muitas vezes fatal.

- A Panleucopénia, causada por um parvovirus, origina uma diminuição significativa de glóbulos brancos do sangue e uma diarreia aguda. É causa de morte elevada nos gatinhos.

- A Leucose, também conhecida por leucemia felina, está relacionada com anemia, aparecimento de tumores e leucemia. É a principal causa de morte no gato.

- A Clamidiose, causada por uma bactéria, caracteriza-se por conjuntivites severas e alterações pulmonares profundas. É contagiosa para os humanos.

- A Raiva, uma doença muito grave e de indiscutível perigosidade para a saúde pública, é transmitida por mordeduras de gatos, cães e outros mamíferos.

 

NÂO SE ESQUEÇA!!!

As vacinas devem ser reforçadas todos os anos.

Para diminuir os riscos de doenças, faça um check-up anual junto com a vacinação.

 

sábado, 21 de junho de 2014

Prolapso da terceira pálpebra

 
 
Sintomas


A terceira pálpebra (membrana nictitante) estende-se sobre o globo ocular, na forma

de uma pele rosada que parte da pálpebra inferior e do canto interior do olho.

Causas


Várias doenças podem causar ocasionar um prolapso da terceira pálpebra. Quando o

globo ocular passa a ter espaço a mais ou a menos no interior da órbita – devido a

uma atrofia, por exemplo, provocada por doenças consumptivas, ou a uma

intumescência – a terceira pálpebra pode tornar-se visível.

Tratamento


Tem de ser efetuado pelo veterinário. A terapia é escolhida em função da doença que

está na origem do problema.

Convalescença: Em certos casos é necessário administrar gotas oftálmicas, segundo

as instruções do veterinário.

Aplicação de pomada oftálmica 4 a 6 vezes por dia.


quarta-feira, 18 de junho de 2014

Acho que não vou gostar disto

 
 
Porque tantas das coisas que influenciam a posição de um gato na hierarquia são

modificáveis – saúde, idade, maturidade social, etc. -, a posição dele na hierarquia

também pode mudar. Se um gato está doente e fraco a sua categoria baixa

consideravelmente. A ordem de comando é uma coisa fluida. Os gatos ficam agitados

pela introdução de um novo membro. O modo como os donos introduzem um gato

novo numa família com muitos gatos é absolutamente vital para a harmonia dos

ocupantes felinos. Faz-se de uma maneira errada e pode haver consequências

duradouras (e um cheiro desagradável por toda a casa). Os gatos parecem gostar de

fazer parte de uma hierarquia e de saber qual a sua posição.


domingo, 15 de junho de 2014

Burmilla

 
 
Como o nome sugere, o Burmilla é um híbrido de Birmanês e Chinchila. Tem

consciência física de um Birmanês, mas uma pelagem mais macia e sombreada.

Pode-se dizer que o seu aparecimento veio preencher uma lacuna no mundo felino –

um pêlo curto de tipo estrangeiro, com um ponteado prateado.

História

Os primeiros quatro Burmillas nasceram em 1981 na Grã-Bretanha, como resultado do

acasalamento acidental entre uma Birmanesa lilás e um Chinchila, ambos

pertencentes á baronesa Miranda von Kirchberg. Cedo se encarou a possibilidade de

uma nova raça, procedendo-se á criação do Clube do Gato Burmilla em 1984. Hoje

esta raça é vista em numerosas exposições, tendo conquistado numerosos amigos e

admiradores, mas ainda não é aceite pela maior parte das associações.

Temperamento


Este gato é reputado pelo seu temperamento sossegado e descontraído.

Olhos


Grandes e bem afastados, com bordos a preto. Aceitam-se todas as tonalidades de

verde.

Orelhas


Médias e grandes, ligeiramente afastadas, largas na base, com pontas amendoadas e

levemente inclinadas para a frente.

Corpo


De comprimento médio e ágil, mas musculoso.

Cauda


Média, longa e afilada com a extremidade arredondada. Os anéis da cauda são da

mesma cor do ponteado da pelagem.

Pernas


De altura média e magras. Os membros anteriores são um pouco mais curtos que os

posteriores.

Cabeça


Suavemente arredondada, com uma distância média entre as orelhas. O nariz é curto,

de ponta terracota bordejada a preto. A fronte apresenta vestígios de marcas tabby e

um nítido “M”.

Pelagem


O pêlo é curto, mas mais longo do que no Birmanês; é denso e macio, com um toque

áspero no ponteado.

Patas


Graciosas e ovais, com almofadas pretas.
 



 

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Gato mais velho do mundo morre aos 24 anos


 
 
Poppy foi oficialmente reconhecido, no mês passado, como o gato mais velho do mundo, por ter atingido a idade de 24 anos.

Se fôssemos fazer um comparativo com os humanos, a idade seria equivalente a 114, algo bastante raro e incomum entre nós.

 A sua dona, Jacqui West, disse: “Nós sabíamos que Poppy estava velho demais. Estava usando antibióticos por causa de uma infeção nas suas pernas traseiras”.

A família declarou estar muito triste, mas salientou que é uma alegria saber que o gato conseguiu resistir a tempo de obter o título mundial: “É como se ele tivesse aguentado, propositadamente, até o término do processo que levou meses para ser concluído”, disse West.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Olhos de gato

 
Embora usem a audição e os bigodes sensíveis para caçar, a visão nocturna é uma

parte importante do equipamento. Acredita-se que os gatos, têm uma visão seis vezes

melhor que a dos humanos, embora o campo de visão seja muito similar – cerca de

185º.


sábado, 7 de junho de 2014

Alergias

 
 
Sintomas


As alergias podem estar na origem das mais diversas doenças. Os sinais de alergia

mais comuns são o prurido intenso, a queda de pêlo e a formação de eczemas.

Causas


As alergias resultam de um mau direcionamento dos mecanismos de defesa do

organismo (reação de antigénios/ anticorpos.)

Tratamento


Tem de ser efetuado pelo veterinário, que determinará a causa da alergia. Evitar a

exposição do animal aos alérgenos de que se suspeita pode ajudar a confirmar o

diagnóstico e constitui, simultaneamente, uma medida de tratamento fundamental.


terça-feira, 3 de junho de 2014

Sorte a tua que eu esteja atrás da janela

 
 
Para os donos que já viram isso acontecer, é uma das coisas mais divertidas de

observar. O gato está sentado á janela, observando atentamente o quintal. De repente,

 
um pássaro poisa fora da janela, a poucos centímetros de distancia, mas a salvo do

salteador atrás do vidro.

O gato fica expectante e pode adotar a atitude de se agachar, embora não possa

saltar para apanhar a presa. Quando o pássaro levanta voo, o gato furioso mostra os

dentes e move a boca num ranger de dentes silencioso. Está a recriar a “dentada de

matar”, a ação de morder que exerce sobre a presa capturada. É uma reação

instintiva e faz a mesma coisa lá fora, quando uma ave escapa á justa as suas garras.