Politica de cookies

sábado, 17 de maio de 2014

 
 
Os do coliseu de Roma

Têm um porte imperial

Foram escravos, gladiadores

Desse tempo triunfal.

Houve gatos navegantes

Nos porões das caravelas

que ao darem caça aos ratos

Debelarem mil mazelas.

Há os gatos da velhice

Dormindo nos parapeitos

Com os donos a seu lado

Revendo sonhos desfeitos.


Sem comentários:

Enviar um comentário