Politica de cookies

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Siamês

 
 
Altivo, teimoso, arrogante, travesso, barulhento, subtil, desconcertante e cativante – o

Siamês é tudo isto… e muito mais! Com uma estatura esguia Estrangeira, um soberbo

“casaco” de pontas coloridas e uns olhos azul-safira, é um gato que requer atenção a

todos os níveis.

História


A biblioteca Nacional de Banguecoque possui uma colecção de manuscritos, o Livro

de Poemas de Gato, datada possivelmente do século XIV, onde se encontra descrito

um gato típico siamês chamado Vichien Mas. Julga-se, pois, que gatos idênticos

tenham vivido na Tailândia durante séculos. Os siameses fizeram a sua primeira
 
aparição na Grã-Bretanha na década de 80 do século XIX, seguida pouco depois dos

EUA.

Temperamento


O siamês é o mais extrovertido de todos os gatos domésticos, com uma voz tão

“estridente” que é impossível passar despercebida. É bastante inteligente e

normalmente devotado ao seu dono.

Olhos


De tamanho médio, amendoados, oblíquos e de cor azul-safira. Os olhos estrábicos,

outrora, frequentemente vistos nos siameses, são considerados um defeito.

Orelhas


Grandes e pontiagudas.

Corpo


De tamanho médio, longo, ágil e esguio, com um aspeto atlético.

Cauda


Longa afilada, e sem quebras.

Pernas


Altas e elegantes em proporção ao corpo. Os membros posteriores são ligeiramente

mais compridos que os anteriores.

Cabeça


Em forma de cunha, comprida e estreita, com um nariz longo de ponta rosa-alfazema.

Pelagem


O pêlo deve ser curto, de textura fina, lustroso e raso. Deve ser de cor magnólia com

matizes cinza-glaciais nas pontas – “máscara”, orelhas, pernas e cauda.

Patas


Pequenas, ovais e graciosas, com almofadas rosa-alfazema.

Sem comentários:

Enviar um comentário