Politica de cookies

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Caixa de areia : problemas e manutenção



A casa de banho do gato é o utensílio para gatos mais conhecido devido à faceta asseada dos felinos e a partida uma caixinha com areia é o suficiente para que um gato se habitue a fazer lá as suas necessidades.

Dê preferência às casas de banho fechadas como a da imagem, o gato tem mais privacidade, não sai tanta areia para fora e não vemos o interior, se o... gato não consegue entrar ou sair, tire a porta.

Existe areia em várias texturas, mais fina ou mais grossa, com ou sem cheiro, escolha uma e se o seu gato gosta tente não variar muito, ele pode não gostar da mudança e começar a fazer fora da caixa.

Ponha a casa de banho num lugar sossegado e mantenha-a limpa, uma casa de banho limpa é fundamental, senão ele escolhe outro sítio para fazer as suas necessidades
Quem tem mais do que um gato e em particular machos, deve ter mais do que uma casa de banho, é aconselhado uma casa de banho por dois gatos e quando existem problemas de gatos que fazem necessidades fora da caixa deve haver uma caixa por gato e as caixas devem estar espalhadas pela casa e não todas juntas.

Algumas dicas para Donos de gatos que fazem (o que não devem) fora da caixa de areia:
Solucionar este problema que afeta muitos gatos e infelizmente muitos donos chateados com o cheiro a urina não é fácil, porque os motivos que levam o gato a urinar e defecar fora da caixa de areia são muitos. O principal a fazer para solucionar o problema é entender o que se passa para o nosso querido gato adquirir um hábito tão desagradável.


Possíveis motivos para o problema:

O gato não aprendeu a ir à caixa ou foi habituado a fazer noutro sítio quando pequeno.
O gato não gosta da areia: por estar sempre suja, por cheirar a perfume, por fazer muito barulho, por ter pouca areia, por ser muito fina, etc.
O gato não gosta da caixa: por estar num sítio inacessível, por estar num sítio barulhento, por não ter privacidade, por ser pequena, por estar perto da comida, por ser aberta, por ter uma porta, por ter apanhado um susto enquanto estava lá.
Um gato dominador não deixa o outro ir à casa de banho e para conseguir isto ele apenas se coloca inocentemente no caminho que leva a casa de banho.
A casa é enorme, com mais do que um andar e as vezes o gato não chega a tempo à casa de banho e basta uma vez ou duas para este acidente se tornar um hábito muito desagradável.
O gato está doente (cistite) e precisa de urinar frequentemente.
O gato não gosta de partilhar a casa de banho com os outros gatos.
O gato está descontente com o dono e mostra-o fazendo noutros sítios menos apropriados para chamar a atenção para o seu problema.

Possíveis soluções:

Se o seu gato é idoso, vá ao veterinário para ver se ele tem algum problema no sistema urinário.
Dê atenção ao gato em especial quando acontecem alterações ou mudanças na rotina do gato (por exemplo, um gato novo)
Mantenha a casa de banho limpa, num local sossegado com privacidade, longe da comida.
Se tem mais do que um gato, tenha várias casas de banho espalhadas pela casa, pelo menos uma caixa por cada dois gatos.
Quando receber um gato pergunte ao anterior dono ou criador como era a caixa e a areia a que o gato estava habituado e arranje uma semelhante.
Os locais sujos, normalmente carpetes e tapetes devem ser limpos com água quente e sabão azul, nunca devem ser limpos com produtos com amoníaco como a lixívia que atraem os gatos. Depois de limpos, pode também borrifa-los com um perfume forte, sumo de limão, até colocar lá cascas de limão ou laranja, eles odeiam. Como última alternativa guarde-los ou cubra-os com plástico, alumínio ou fita-cola ao contrário.

Sem comentários:

Enviar um comentário